49. 3622.1639
49. 99917.3055

Menos sódio nos alimentos industrializados

Alguns alimentos consumidos pelas crianças poderão ter redução de sódio, de acordo com documento assinado nesta terça (13) pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Nessa fase do acordo estão inclusos batatas fritas e batata palha, pão francês, bolos prontos, misturas para bolos, salgadinhos de milho, maionese e biscoitos doces e salgados. 

As metas, com a definição do teor máximo de sódio a cada 100 gramas em alimentos industrializados, devem ser cumpridas gradualmente até 2014 e 2016 (conforme tabela abaixo). Fazem parte do acordo Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia), Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias (Abima), Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo) e Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip). 

O objetivo da medida do governo é prevenir doenças crônicas, como hipertensão e vasculares. “Este é um grande esforço de acordo voluntário para mostrar à população produtos com menor quantidade de sódio. É uma ação de prevenção. O esforço para mudança de hábito alimentar e o fato das pessoas terem acesso mais fácil a alimentos saudáveis, com menor quantidade de sódio, aliado à atividade física, pode ser fundamental para que a gente previna doenças cardiovasculares, hipertensão e até mesmo alguns tipos de cânceres”, afirmou Alexandre Padilha em nota. 

A segunda etapa do acordo reforça projeto conjunto entre governo e indústrias no sentido de respeitar o consumo diário de sódio recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é de menos de 5 gramas por pessoa – o que deverá acontecer até 2020. De acordo com o IBGE, os brasileiros chegam a consumir até o dobro do orientado.


Data: Domingo, 06 de Maio de 2012

Fonte: Revista Crescer

Fone (49) 3622 1639
Rua Barão do Triunfo, 807 - Centro
São Miguel do Oeste - SC
Depieri © 2012 - Todos os direitos reservados
dblinks