49.3622.1639
49.99917.3055

Quarentena pode contribuir para o aparecimento de dor nas costas; veja dicas para evitá-la

Especialistas indicam alongamento e alertam para o perigo de permanecer muito tempo sentado ou deitado durante o dia.

Busca por "dor nas costas" no Google dispara em abril. — Foto: Divulgação

As buscas no Google por “dor nas costas” dispararam no final de abril. Também apresentaram um crescimento repentino as buscas pela frase acompanhada das palavras “Covid”, “coronavírus” e “sintoma”.

Contudo, a dor nas costas não faz parte dos sintomas do coronavírus, representados por febre, tosse e dificuldade de respirar, entre outros.

Para o fisioterapeuta Rafael Barbosa, presidente nacional da Associação Brasileira de Fisioterapia Traumato-ortopédica (Abrafito), o aumento da preocupação do brasileiro pela dor lombar pode estar associada ao estilo de vida adotado no isolamento social para conter a disseminação do coronavírus, medida recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“O isolamento social pode reduzir o nível de atividade física, bem como elevar os níveis de ansiedade e piorar a qualidade do sono. Todos esses fatores contribuem para o surgimento ou persistência da dor lombar”, aponta Barbosa.

“A principal recomendação é manter-se ativo. Praticar atividade física regular é o melhor remédio para a dor lombar”, acrescenta o especialista.

Mesmo sem poder frequentar academia, centros de fisioterapia e sair de casa para se exercitar ao ar livre, Barbosa afirma que é possível cuidar da coluna durante o isolamento social adotando as seguintes medidas:

Evitar permanecer deitado por muito tempo durante o dia
Alongar diariamente pescoço, braços, tronco e pernas
Não deixar o serviço doméstico acumular e fazê-lo de uma só vez
No home office ou estudos, não ficar sentado por mais de 40 minutos seguidos
Dormir bem e o suficiente para repor as energias
Evitar ficar tenso diante do estresse e ansiedade provocados pelo momento


Exercícios que podem ser feitos em casa
O professor de Educação Física da Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Paulista (Unesp) Cassiano Merussi Neiva indica duas modalidades de exercícios para aliviar a tensão lombar. "Eles devem ser realizados "de 3 a 4 vezes por semanas, divididos em dias alternados", diz.

Modalidade 1 - exercícios resistidos:

Flexão de braços no chão
Agachamento
Abdominal
Prancha
Modalidade 2 - exercícios aeróbicos:
Pular corda
Fazer um percurso de caminhada dentro de casa
Corrida - pode ser em um corredor ou no quintal de casa, se houver espaço
Antes de iniciar e ao terminar os exercícios, Neiva ressalta que deve-se alongar pescoço, tronco, braços e pernas.

Estresse emocional
Além da falta de exercícios e alongamento, a fisioterapeuta da Sociedade Brasileira de Comportamento Motor, Priscila Manciopi, explica que estresse e ansiedade podem causar tensão muscular nas costas, ombros e pescoço.

“São vários sentimentos que aparecem neste momento de pandemia: ansiedade, frustração, preocupação, medo, irritação, estresse. Há estudos mostrando que tanto as alterações físicas quanto as alterações psicossociais estão diretamente ligadas ao aparecimento de dores nas costas", explica Maciopi.

Para aliviar a tensão lombar, a fisioterapeuta recomenda:

Bolsa de água quente na região dolorida por, pelo menos, 20 minutos
Ao invés da água quente, algumas pessoas podem sentir alívio maior com uma bolsa de gelo
Pedir para alguém da casa massagear a região dolorida
Deitar-se sobre duas bolinhas de tênis, uma em cada lado da coluna pressionando o ponto dolorido. Não se deve posicionar as bolas em baixo dos ossos

Home office
Estudar e trabalhar em casa durante o isolamento social pode ser mais desgastante que o normal, principalmente se a pessoa não tiver um ambiente agradável e confortável. Para evitar um maior desconforto, Maiopi recomenda:

Fazer uma pausa de 5 minutos a cada 40 minutos
Deitar por 5 minutos a cada hora trabalhada também ajuda a liberar a tensão muscular
Preparar o corpo antes de iniciar o expediente, alongando braços e pernas
Alongar ombros, punhos e panturrilhas

Serviço doméstico
O professor de Educação Física da Faculdade de Ciências da Unesp Márcio Pereira da Silva alerta que, durante o isolamento social, as pessoas podem passar mais tempo realizando afazeres domésticos. Muitas delas, contudo, podem não estar acostumadas com esses afazeres.

Por isso, o professor orienta que as tarefas domésticas devem ser feitas regularmente para que não se acumulem em um só dia, sobrecarregando a musculatura da pessoa após limpar a casa.

A pessoa também deve prestar atenção nas tarefas que exigem que posicionemos os braços afastados do tronco, como varrer, esfregar e lavar. Também deve-se prestar atenção para não passar muito tempo seguido em pé realizando uma atividade, o que sobrecarrega a região lombar.

"Nestes casos, alongar a musculatura envolvendo a região dolorida auxilia no alívio das dores musculares e lombar", aconselha Silva.


Data: Quinta-feira, 29 de Outubro de 2020

Fonte: Bem Estar

Fone (49) 3622 1639
Rua Barão do Triunfo, 807 - Centro
São Miguel do Oeste - SC
Depieri © 2012 - Todos os direitos reservados
dblinks